EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Libra esterlina cai com desacordo sobre o Brexit

Libra esterlina cai com desacordo sobre o Brexit
Direitos de autor 
De  Nara Madeira
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A falta de acordo entre Reino Unido e União Europeia fez cair a libra esterlina.

PUBLICIDADE

A libra esterlina sofreu a maior queda, desde novembro, 1,5 por cento em relação ao dólar, depois de a primeira-ministra britânica ter afirmado que as negociações para o Brexit estão num impasse. As posições entre o Reino Unido e a União Europeia são muito diferentes em dois pontos importantes pelo que a chefe do executivo de sua majestade afirmou que é melhor não haver acordo se aquele que houver for mau:

"A UE continua a oferece-nos apenas duas opções. A primeira envolveria a permanência do Reino Unido no Espaço Económico Europeu e manter uma união aduaneira com a UE. Em linguagem simples, isso significaria que ainda teríamos que cumprir todas as regras da UE. A imigração descontrolada da UE continuaria e não poderíamos fazer os acordos comerciais que desejássemos com outros países. Isso seria ridicularizar o referendo que fizemos há dois anos", afirmou Theresa May.

A apenas seis meses da saída da Grã-Bretanha as empresas da UE e do Reino Unido mostram-se preocupadas com o facto de se manterem as incertezas. Há algumas que preferem esperar para ver e não investir até que a situação se esclareça.

O governador do Banco de Inglaterra já alertou para o facto de que se nada mudar o Brexit pode ser tão catastrófico quanto a crise financeira que afetou a economia do Reino Unido há uma década.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Elon Musk obtém apoio dos acionistas para um pacote salarial de 52 mil milhões de euros

China já reagiu a decisão de União Europeia sobre tarifas nos carros elétricos

Eleições europeias: será que a onda de extrema-direita vai pressionar o sector das energias renováveis?