Populismo e protecionismo ensombram Davos

Populismo e protecionismo ensombram Davos
De  Oleksandra VakulinaIsabelle Kumar
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Da Comissão Europeia ao Banco Mundial fazem-se ouvir as vozes contra os fantasmas que pairam sobre o Fórum Económico Mundial

PUBLICIDADE

O ministro português da Economia foi a Davos defender uma União Europeia mais forte. Em entrevista à Euronews à margem do Fórum Económico Mundial, Pedro Siza Vieira garante que "Portugal estará sempre no grupo dos que apoiam um aprofundamento da integração europeia".

Vão no mesmo sentido as palavras do comissário europeu da Economia e Finanças. Pierre Moscovici considera que "os populistas vão atacar a União Europeia", mas "serão derrotados".

Sem nunca falar diretamente nas políticas protecionistas anunciadas pelo presidente dos Estados Unidos, a diretora-geral do Banco Mundial defende que o comércio livre é a chave para contrariar a desaceleração das economias mundiais.

No dia em que a Euronews voltou a viajar de autocarro com jovens influenciadores, visitámos também o mais famoso - e secreto - piano bar de Davos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

"Estado da Nação": Brexit, populismo e internet

Empresas alemãs alertam contra Populismo

Zelenskyy em Davos: Putin é um "predador" e não se contenta com conflitos "congelados"