Covid-19 provoca a pior semana em Wall Street desde 2008

Estátua à porta da bolsa de Nova Iorque também "receia" a contaminação da economia
Estátua à porta da bolsa de Nova Iorque também "receia" a contaminação da economia Direitos de autor AP Photo/Kevin Hagen
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Bolsas europeias reagiram positivamente às medidas de estímulo à economia e até Milão fechou a semana a negociar no positivo

PUBLICIDADE

Chegou ao fim a pior semana de Wall Street, após o início da crise de 2008, com o índice Dow Jones a cair mais de quatro por cento.

As medidas de estímulo à economia das principais autoridades internacionais não parecem ter convencido e o receio de uma recessão à escala global cresce em Nova Iorque ao ritmo da propagação da Covid-19.

Na Europa, o ambiente esteve mais otimista. Lisboa fechou em terreno positivo, acima dos 2,5 por cento. Paris subiu mais de cinco por cento, Frankfurt quase quatro por cento e até Milão negociou quase dois pontos acima da linha de água.

Nas matérias primas, o barril de petróleo permanece abaixo dos 30 dólares. Moçambique e Angola estão entre os países mais prejudicados pela baixa do preço no "ouro negro".

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Mercedes-Benz recolhe 250 000 veículos devido a risco de incêndio

Uber Eats altera anúncio polémico da Super Bowl por brincar com alergias alimentares

Quem ultrapassou Elon Musk como a pessoa mais rica do mundo?