EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Companhias aéreas pedem apoios governamentais

Companhias aéreas pedem apoios governamentais
Direitos de autor AP / Elaine Thompson
Direitos de autor AP / Elaine Thompson
De  Patricia Tavares
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Ativistas pelo clima exigem cumprimento de condições ambientais.

**Com o setor da aviação paralisado, as companhias aéreas europeias procuraram apoios junto dos governos, mas os ativistas climáticos querem perceber quais são as condições. **

PUBLICIDADE

Organizações internacionais como a Transport & Environment, a Greenpeace e a Carbon Market Watch dizem que as companhias aéreas europeias solicitaram apoio governamental no valor de 12,8 mil milhões de euros sem condições ambientais vinculativas.

O dinheiro dos resgates deve vir com condições estritas, para que as companhias aéreas não nos encaminhem para outra crise de COVID-19, enquanto ainda estamos a lidar com a atual. É preciso proporcionar condições ambientais a estas empresas para que, quando sairmos desta crise de Coronavírus - e, mais cedo ou mais tarde, espero que sim - possamos enfrentar a próxima crise que são as alterações climáticas. Não estamos a dizer que as companhias aéreas não devem receber dinheiro. O que estamos dizer é que deve ser algo justo e sustentável.
Faiza Oulahsen
Greenpeace

Os vôos domésticos em todo o mundo caíram 70% e recuperar a confiança dos passageiros será crucial. O setor da aviação apresenta perdas de quase 300 mil milhões de euros e o regresso à normalidade nos transportes aéreos prevê-se lento.

O compromisso pela sustentabilidade permanece, é um compromisso a longo prazo. E a crise não vai alterar fundamentalmente esse compromisso. É preciso avaliar a situação extraordinária desta crise. E é preciso garantir que as companhias aéreas saem dela o mais rápido possível, para que possam começar a operar normalmente, dentro do possível. Nessa situação, poderão comprometer-se com suas obrigações de sustentabilidade. Obrigações feitas em tempos normais, portanto, primeiro é preciso voltar às circunstâncias normais.
Thomas Reynaert
Diretor - AIRLINES FOR EUROPE

Segundo a IATA, 25 milhões de empregos no setor da aviação estão em risco - 5 milhões e 600 mil postos de trabalho estão em território europeu.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Elon Musk obtém apoio dos acionistas para um pacote salarial de 52 mil milhões de euros

China já reagiu a decisão de União Europeia sobre tarifas nos carros elétricos

Eleições europeias: será que a onda de extrema-direita vai pressionar o sector das energias renováveis?