EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Bitcoin: Uma aposta de futuro?

Bitcoin: Uma aposta de futuro?
Direitos de autor AP Photo
Direitos de autor AP Photo
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Novos máximos no valor da criptomoeda a reboque da Tesla tornaram-na numa sedutora alternativa de investimento, mas especialistas alertam para a volatilidade

PUBLICIDADE

De ativo de risco, para alguns, a Bitcoin passou a ser um instrumento de refúgio, pelo menos por agora.

O anúncio da Tesla, de investimento de 1,5 mil milhões de dólares em Bitcoin, foi suficiente para empurrar a criptomoeda para máximos históricos.

A aproximar-se da barreira psicológica dos 50 mil dólares, passou a ser vista com outros olhos do dia para a noite. 

Richard Lyons, professor de Finanças na Universidade da Califórnia, em Berkeley, admite que há um futuro para as criptomoedas, mas ressalva que é preciso ter cautela.

"A tendência é inexorável. Acredito que a Bitcoin e outras criptomoedas estáveis, como a Tether, vão tornar-se cada vez mais transacionáveis nos próximos cinco anos. Não há dúvidas em relação à tendência do preço da Bitcoin no ano passado. Também não há dúvidas em relação à volatilidade da Bitcoin ao longo do tempo. A minha única recomendação para o investidor individual que investe numa contra poupança para a reforma ou em algo sério é: não o façam", sublinha Lyons.

Apesar da tecnologia que envolve o mundo das criptomoedas nem tudo são rosas. Ao sobe e desce constante somam-se relatos de burla denunciados por investidores.

Mas perante um panorama de baixas taxas de juro, as alegadas vantagens das criptomoedas começaram a falar mais alto.

"Trata-se de saber que o Governo não pode desvalorizar a moeda. Não podem fazer os dólares, ienes, yuans, libras ou euros valer menos. Esse é o valor da criptomoeda", lembra Michael Venuto, co-fundador da Toroso Investments.

Desconhece-se se a febre será passageira, mas certo é que bancos centrais e reguladores, na China em particular, começaram a abraçar a ideia de criar a própria criptomoeda.

De acordo com a imprensa local, Pequim vai emitir 1,55 milhões de dólares em moeda digital para os residentes poderem usar durante as comemorações do novo ano lunar.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Bitcoin dispara dos 10 mil aos 50 mil dólares num só ano

Elon Musk obtém apoio dos acionistas para um pacote salarial de 52 mil milhões de euros

China já reagiu a decisão de União Europeia sobre tarifas nos carros elétricos