EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

"Grimsby": a nova comédia de Sacha Baron Cohen

"Grimsby": a nova comédia de Sacha Baron Cohen
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

“Grimsby” é a nova comédia de Sacha Baron Cohen. A longa-metragem (“Irmãos e espiões”, título português) segue as aventuras de um homem desempregado

PUBLICIDADE

“Grimsby” é a nova comédia de Sacha Baron Cohen. A longa-metragem (“Irmãos e espiões”, título português) segue as aventuras de um homem desempregado que encontra o irmão após 28 anos de buscas infrutíferas. Pelo meio, há assassínios e espiões.

O filme brinca com os estereótipos sobre os operários da cidade britânica de Grimsby, à semelhança da comédia “Borat” onde o ator britânico incarnava a figura de um jornalista do Cazaquistão. O filme lançado em 2007 valeu-lhe alguns processos em tribunal, já que os visados consideraram que a obra ridicularizava o país.

“As pessoas de Grimsby só vem a Londres quando precisam de um transplante de coração ou quando são julgadas no tribunal criminal”, gracejou o ator britânico, durante a estreia do filme, em Londres.

Mark Strong incarna o papel do irmão reencontrado.

“É difícil ficar sério durante as rodagens. Há um ambiente especial, com muitas risadas e é preciso avançar. Lembro-me bem do esforço que fiz para não rir às gargalhadas”, contou Mark Strong.

A atriz Isla Fisher, casada com Sacha Baron Cohen, espera que os residentes da cidade de Grimsby gostem da comédia.

“É um pouco como Borat e o Cazaquistão. Tratava-se de uma versão ficcional do Cazaquistão e ele fez o mesmo com Grimsby. É uma comédia. Penso que as pessoas vão adorar”, afirmou Isla Fisher.

“Grimsby” estreia em várias cidades do mundo nos próximos meses e chega às salas de cinema portuguesas a 10 de março.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Os grandes filmes dos Prémios do Cinema Europeu 2023

Monica Bellucci leva Maria Callas ao Festival de Cinema de Salónica

Realizador alemão Wim Wenders recebe Prémio Lumière em Lyon