EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

A arte da Revolução Russa, 100 anos depois

A arte da Revolução Russa, 100 anos depois
Direitos de autor 
De  Ricardo Figueira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Galeria Tretyakov expõe alguns dos maiores artistas da época.

PUBLICIDADE

Como é que a revolução de outubro influenciou a arte mundial? É a pergunta a que a galeria Tretyakov, de Mosovo, tenta responder, agora que se comemoram os 100 anos da chegada ao poder dos bolcheviques. Aqui, estão presentes obras de 120 artistas, não só da Rússia, como de todo o mundo: “Queremos mostrar uma grande variedade de temas, que mostram uma cena artística muito rica, ainda muito livre e individual”, diz uma das curadoras da exposição, Irina Vakar.

A outra curadora, Elena Voronovich, faz um enquadramento da época: “Muitos artistas desta altura ficaram encantados com o futuro do povo e com a questão de saber se o povo, em particular os camponeses, se tornaria no novo líder espiritual da Rússia”.

A arte russa conheceu um período de liberdade com os primeiros anos da revolução, antes de Estaline impor o realismo socialista e todos os outros estilos se tornarem proscritos pelo regime. A exposição, intitulada Alguém, 1917 foi buscar obras a alguns dos maiores museus da Rússia, mas também do resto do mundo, como o Centro Pompidou de Paris, o museu Thyssen-Bornemisza de Madrid ou a Tate Gallery de Londres.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Art Paris 2024: a cena artística francesa no centro das atenções, com jovens talentos em destaque

Andrey Gugnin recebe o primeiro prémio de 150.000€ no Concurso Internacional de Piano Clássico 2024

Festival Balkan Trafik! dá destaque à Moldova e às suas minorias