Retrospetiva de "Canaletto" no Museu de Roma

Retrospetiva de "Canaletto" no Museu de Roma
De  Rodrigo Barbosa com EFE
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

É a primeira vez desde a criação, em 1751, que duas metades de uma famosa pintura de Giovanni Antonio Canal voltam a estar reunidas

PUBLICIDADE

Duas metades de uma pintura do italiano Giovanni Antonio Canal, conhecido como "Canaletto", viajaram desde Cuba e do Reino Unido para se unirem, pela primeira vez desde a criação em 1751, numa retrospetiva do artista no Museu de Roma.

Para assinalar os 250 anos da morte do pintor, a exposição reúne mais de cinco dezenas de quadros, desenhos e outros artigos onde é particularmente evidente a paixão de "Canaletto" pela sua cidade-natal de Veneza.

A curadora Bozena Anna Kowalczyk lembra um personagem polémico, afirmando que "na opinião de agentes [de arte] ingleses e clientes ele era visto como um artista ganancioso e mesquinho, que mudava os seus preços todos os dias e com o qual era preciso ter muito cuidado, pois poderia não entregar as pinturas. Penso que era uma espécie de imagem fictícia, porque a ideia de um artista com tanta autoconfiança funciona e é atrativa. Mas Canaletto era, na realidade, um homem calmo e humilde, que amava o seu trabalho e amava Veneza".

A retrospetiva está patente no Museu de Roma até 19 de agosto.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Novas sanções contra Moscovo na sequência da morte de Alexei Navalny

Guerra na Ucrânia: Kiev derruba um A-50, Moscovo ataca Odessa

Dirigentes da UE reúnem-se em Kiev para assinalar os dois anos da invasão russa