EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

"Neon Heart" dá um papel à deficiência

 "Neon Heart" dá um papel à deficiência
Direitos de autor 
De  Patricia Tavares
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Uma produção dinamarquesa, com um elenco especial, que deu espaço a atores com limitações físicas. A delinquência e a discriminação também estão na lista dos grandes temas deste filme que pretende fazer debate.

PUBLICIDADE

Abordar o tema da deficiência e seguir o percurso de três jovens... Foi esta a ideia da primeira longa metragem do realizador dinamarquês Laurits Flensted-Jensen.

Niklas, deixou para trás os vícios e agora toma conta de duas pessoas com trissomia - algo que lhe deu um outro sentido à vida. O irmão mais novo, Frederik, afunda-se na delinquência. E, a ex-namorada, Laura, tenta retomar uma vida normal na Dinamarca, depois de uma curta carreira como atriz pornográfica nos Estados Unidos. O elenco tem vários atores não profissionais.

Será que a indústria deve considerar pessoas com deficiência para desempenhar este tipo de papéis? O debate existe e evolui ao longo dos anos. Enquanto isso, Joaquin Phoenix foi convidado a interpretar um paraplégico no filme de Gus Van Sant, assim como Bryan Cranston num remake dos Intocáveis. "Neon Heart" estreia nas salas de cinema dinamarquesas.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Os grandes filmes dos Prémios do Cinema Europeu 2023

Monica Bellucci leva Maria Callas ao Festival de Cinema de Salónica

Realizador alemão Wim Wenders recebe Prémio Lumière em Lyon