“Und Morgen Die Ganze Welt” no Festival de Cinema de Veneza

“Und Morgen Die Ganze Welt” no Festival de Cinema de Veneza
Direitos de autor Joel C Ryan/Joel C Ryan/Invision/AP
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Filme alemão numa luta contra o fascismo e extrema-direita.

PUBLICIDADE

Um drama político sobre estudantes antifacistas e ataques racistas no Festival de Cinema de Veneza: "E amanhã o mundo inteiro”- um filme alemão realizado por Julia von Heinz.

Retrata a ascenção da extrema-direita na Alemanha e dos partidos populistas, ao contar a história de uma jovem ativista de esquerda que reflete sobre se a violência poderia ser uma resposta política legítima para combater o fascismo. Em Veneza, a equipa do filme usou máscaras com nomes de vítimas de violência nacionalista.

Infelizmente não foi difícil encontrar 30 ou mesmo 40 nomes de pessoas que foram assassinadas nas últimas décadas. Todos nós sabemos os nomes dos assassinos, mas queremos usar esta plataforma para lembrar as vítimas - que não fizeram nada de errado, tinham apenas a cor de pele errada, limitações físicas ou manifestavam-se contra o neo-nazismo na Alemanha.
Julia von Heinz
Realizadora

O título original filme tem origem numa passagem de uma popular canção do partido Nazi.

“Und Morgen Die Ganze Welt” está na competição principal do Festival de Cinema de Veneza.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Os grandes filmes dos Prémios do Cinema Europeu 2023

Monica Bellucci leva Maria Callas ao Festival de Cinema de Salónica

Realizador alemão Wim Wenders recebe Prémio Lumière em Lyon