This content is not available in your region

Jean-Michel Jarre regressa com "Oxymore"

Jean-Michel Jarre
Jean-Michel Jarre   -   Direitos de autor  AP Photo   -  
De  Euronews

Com mais de 50 de carreira e mais de 80 milhões de discos vendidos em todo o mundo, Jean-Michel Jarre regressa com "Oxymore". O 22º álbum de estúdio do músico, compositor e produtor francês fecha um ciclo que começou em 1976, com 'Oxygene', o trabalho que o lançou para a fama.

“Não estou muito interessado pela técnica, mas apenas em ser como uma esponja ou um ladrão, apropriando-me de algumas ferramentas que já existem. De certa forma, como uma espécie de__“bad boy”, explica.

Lançado na semana passada, “Oxymore” é um álbum eletrónico gravado em som imersivo de 360 graus, acompanhado por uma experiência de realidade virtual. É um dos primeiros projetos concebidos e compostos em 360 graus e em multicanal. “O estéreo não existe na vida real. Quando ouvimos sons, é o ambiente à nossa volta e os nossos ouvidos como seres humanos que estão a criar a perspetiva em áudio”, destaca Jean-Michel Jarre.

Aos 74 anos, o músico interessa-se por explorar a realidade virtual e encontrar novas formas de apresentar a sua música.