EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

“Barry", o dinossauro, deverá valer mais de 1 milhão de euros em leilão em Paris

Espera-se que o dinossauro Barry chegue a custar 1,2 milhões de euros
Espera-se que o dinossauro Barry chegue a custar 1,2 milhões de euros Direitos de autor Reuters
Direitos de autor Reuters
De  Euronews com Reuters
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Artigo publicado originalmente em inglês

Os espécimes de dinossauros no mercado de arte continuam a ser raros e espera-se que “Barry" bata recordes.

PUBLICIDADE

Um esqueleto de dinossauro invulgarmente bem preservado, um camptossauro conhecido por “Barry", irá a leilão em Paris no próximo mês.

O dinossauro data do período Jurássico tardio, há cerca de 150 milhões de anos. O esqueleto será mostrado ao público em meados de outubro, antes da venda, e espera-se que atinja um valor de 1,2 milhões de euros.

O dinossauro, que foi descoberto pela primeira vez na década de 1990 no estado americano do Wyoming, foi inicialmente restaurado em 2000 pelo paleontólogo Barry James - motivo pelo qual foi apelidado de “Barry."

O laboratório italiano Zoic, que adquiriu “Barry" no ano passado, efetuou novos trabalhos de restauro no esqueleto, que tem 2,10 metros de altura e cinco metros de comprimento.

"Trata-se de um espécime extremamente bem conservado, o que é bastante raro", afirmou Alexandre Giquello, da casa de leilões parisiense Hotel Drouot, onde se realizará a venda.

"Para dar o exemplo do crânio, está completo a 90% e o resto do dinossauro (esqueleto) está completo a 80%", acrescentou.

Giquello sublinhou que os espécimes de dinossauro no mercado da arte continuam a ser raros, com apenas um par de vendas por ano em todo o mundo.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Três dezenas de crianças "armadas" de escovas entre dinossauros

A história por detrás da fotografia viral de Lionel Messi com o bebé Lamine Yamal

'A eleição acabou': celebridades reagem à tentativa de assassinato de Donald Trump