Universal Music Group retira todas as suas músicas do TikTok

Universal Music Group retira todas as suas canções do tiktok
Universal Music Group retira todas as suas canções do tiktok Direitos de autor Tommy Martino/Copyright 2023 The AP. All rights reserved.
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Numa carta aberta, a Universal Music Group acusa a rede social TikTok de tentativas de “intimidação” e de “patrocionar a substituição de artistas pela IA”.

PUBLICIDADE

O acordo entre a Universal Music Group (UMG) e o TikTok deverá expirar nas próximas 24 horas, depois das duas empresas não terem conseguido negociar a renovação do contrato.

A UMG, uma das maiores editoras discográficas do mundo, e a rede social não chegaram a acordo sobre questões como a compensação dos artistas e a inteligência artificial (IA), o que signfica que algumas das músicas mais populares do mundo, de artistas como Taylor Swift e Harry Styles, vão ser removidas da biblioteca da aplicação.

Numa carta aberta intitulada de "Why we must call Time Out on TikTok", publicada na passada terça-feira, a UMG acusou o TikTok de tentar "intimidar" a empresa e de propor "um acordo de valor inferior ao anterior, e muito inferior ao justo de mercado", e que "não reflete o seu crescimento exponencial".

Ao mesmo tempo, a UMG referiu que o Tik Tok recusou tomar medidas suficientes para proteger os artistas da “proliferação” de conteúdos gerados por IA e da violação de direitos de autor. A editora discográfica acrescenta, inclusive, que a rede social está a “patrocionar a subsituição de artistas pela IA”, segundo as agências internacionais.

O TikTok respondeu à carta da UMG e acusou a discográfica de “interesses egoístas” e de espalhar uma “narrativa falsa”.

"É triste e dececionante que a Universal Music Group tenha colocado a sua própria ganância acima dos interesses dos seus artistas e compositores", diz a declaração do TikTok.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Bruxelas pede informações à Meta e TikTok

Tik Tok multado em 345 milhões de euros

CEO do TikTok ouvido no Congresso norte-americano