"Oppenheimer" foi o grande vencedor dos prémios de cinema britânicos

Cillian Murphy
Cillian Murphy Direitos de autor Credit: AP Photo
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Longa-metragem de Christopher Nolan estava nomeada para 13 categorias dos Bafta e venceu em sete. "Barbie" saiu da cerimónia em Londres de mãos vazias.

PUBLICIDADE

"Oppenheimer" foi o grande vencedor dos Bafta, os prémios de cinema britânicos. O filme sobre um dos criadores da bomba atómica, J. Robert Oppenheimer, realizado por Christopher Nolan, ganhou em sete das 13 categorias nas quais estava nomeado, nomeadamente na de Melhor Filme e de Melhor Realizador. Cillian Murphy venceu na categoria de Melhor Ator e Robert Downey Jr. foi escolhido como Melhor Ator Secundário.

"Oppenheimer" venceu ainda nas categorias de Melhor Banda Sonora Original, Melhor Fotografia e Melhor Edição.

De salientar que este foi o primeiro Bafta para Christopher Nolan, um dos mais aclamados realizadores britânicos, que já tinha sido nomeado oito vezes - tendo chegado a ser distiguido com um Bafta honorário em 2010 - mas nunca tinha vencido nenhum.

O prémio de Melhor Atriz foi para Emma Stone pelo papel em "Pobres Criaturas", filme realizado por Yorgos Lanthimos e que venceu em cinco das sete categorias nas quais estava nomeado nos Bafta.

Além do prémio de Melhor Atriz, "Pobres Criaturas" arrecadou ainda os Bafta de Melhor Caracterização, Melhor Guarda-Roupa, Melhor Direção Artística e Melhores Efeitos Visuais.

"Barbie", grande rival de "Openheimmer" nas bilheteiras no verão passado, deixou a cerimónia dos Bafta de mãos vazias, bem como a longa-metragem de Martin Scorsese, "Assassinos da Lua das Flores", ou "Maestro", de Bradly Cooper.

Da'Vine Joy recebeu o Bafta de Melhor Atriz Secundária pelo papel em "Os Excluídos", realizado por Alexander Payne, que foi ainda distinguido com o Bafta de Melhor Elenco.

O filme "A Zona de Interesse”, de Jonathan Glazer, venceu nas categorias de Melhor Filme britânico, Som e Filme em Língua Não Inglesa.

“O Rapaz e a Garça”, de Hayao Miyazaki, venceu o Bafta de Melhor Filme de Animação, e “Anatomia de uma queda”, de Justine Triet, venceu o Bafta de Melhor Argumento Original.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

"Oppenheimer" lidera corrida aos Óscares com 13 nomeações

O filme "Oppenheimer" de Christopher Nolan domina os Globos de Ouro 2024 com cinco prémios

Exemplar raro de banda desenhada com a estreia do Super-Homem vendido por valor recorde de 5,5 milhões de euros