Festival Balkan Trafik! dá destaque à Moldova e às suas minorias

Grupo Kolau Sesleri, da Gagaúzia, região no sul da Moldávia
Grupo Kolau Sesleri, da Gagaúzia, região no sul da Moldávia Direitos de autor Frédéric Ponsard, Euronews
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

No sul da Moldova, há uma minoria turcófona, pró-Rússia e cristã ortodoxa. Os gagaúzes vão mostrar a sua cultura na 18.ª edição do festival Balkan Trafik! em Bruxelas.

PUBLICIDADE

Na Moldova, antiga república soviética encravada entre a Ucrânia e a Roménia, cruzam-se diferentes etnias, com dois territórios autónomos pró-russos - a Transnístria e a Gagaúzia.

Quando a Rússia invadiu a Ucrânia, em fevereiro de 2022, um artista de rua russo decidiu repintar um velho hotel soviético abandonado no centro da capital Chisinau, representando a fragmentação da sociedade moldava.

"Este país está bastante dividido e temos muitos pontos de vista diferentes. Há quem seja pró-europeu, pró-romeno, quem defenda a soberania e a sua própria identidade, quem seja pró-russo. Este muro e este edifício são como um diálogo social entre diferentes grupos, que tentam exprimir-se e exprimir as suas ideias", disse Dimitrii Potapov.

No caldeirão de culturas da Moldova, a Gagaúzia chama a atenção pela mistura improvável de traços identitários. 

Os gagaúzes, pouco mais de 120 mil segundo dados de 2022, habitam o sul da Moldova, havendo ainda dezenas de milhares deles espalhados pela Ucrânia, Rússia e Turquia. São de etnia e língua túrquicas, pró-Rússia e cristãos ortodoxos.  

O grupo Kolay Sesleri ("Sons Simples") é um dos mais famosos e seguidos na Gagaúzia, e vai atuar no festival Balkan Trafik!, que junta bandas pouco conhecidas. 

"O Balkan Trafik! é sobre estrelas reconhecidas internacionalmente, como Goran Bregovic, e este ano até Manu Chao e outros, mas é também uma forma de lançar luz sobre todas estas diversidades", declarou Nicolas Wieërs, diretor do Balkan Trafik!.  

"Neste caso estamos a falar dos gagaúzes, uma minoria na Moldova, e esse é também o objetivo do festival, partir à descoberta de uma região através da sua cultura, das suas minorias, da sua diversidade."

Os Kolay Sesleri tocaram na eleição da Miss Gagaúzia. São uma das dezenas de bandas e artistas que passarão pela 18.ª edição do Balkan Trafik!, de 25 a 27 de abril, em Bruxelas, na Bélgica. 

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

À descoberta da região vinícola da Moldávia: No subsolo, nas vinhas e no céu

Grande manifestação na Moldávia a favor da entrada na UE

Moldávia: Gagauzia entre a Rússia e a UE