EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Biden aprova projeto de petróleo no Alasca

Projeto Willow
Projeto Willow Direitos de autor AP/AP
Direitos de autor AP/AP
De  Euronews com AFP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Ao mesmo tempo, o presidente norte-americano anunciou limites à perfuração de petróleo e gás no Alasca e no Oceano Ártico

PUBLICIDADE

Apesar das críticas, o presidente norte-americano aprovou um projeto de perfuração de petróleo e gás no Alasca.

É conhecido como oProjeto Willow. Os ativistas falam de uma "bomba de carbono", e os apoiantes dizem que irá criar investimento local e milhares de empregos.

Finalmente conseguimos, o Willow foi finalmente reaprovado e podemos quase literalmente sentir o futuro do Alasca a iluminar-se por causa disso”, comemorou a senadora republicana Lisa Murkowski, através de um comunicado, acrescentando que o Alasca está “perto de criar milhares de novos empregos, gerando biliões de dólares em novas receitas” e “melhorando a qualidade de vida em todo o estado".

Antecipando a reação dos ambientalistas, ao mesmo tempo que aprovou este projeto, Joe Biden anunciou limites à perfuração de petróleo e gás em 16 milhões de acres, no Alasca e no Oceano Ártico.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Preços do gás na Europa atingem os níveis pré-guerra na Ucrânia

Os Verdes não apoiarão von der Leyen sem convite para uma grande coligação

Conferência de Bona bloqueia negociações sobre o financiamento do clima: o que é que isto significa para a COP29?