Aquecimento global de 1,5ºC chega entre 2030 e 2035

1,5ºC de aquecimento global serão atingidos entre 2030 e 2035
1,5ºC de aquecimento global serão atingidos entre 2030 e 2035 Direitos de autor AP Photo/Fareed Khan, File
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Relatório do Painel Intergovernamental da ONU sobre Mudanças Climáticas sublinha que a temperatura já subiu em média 1,2ºC relativamente aos níveis pré-industriais

PUBLICIDADE

O Secretário-Geral da ONU, António Guterres, apelou aos países ricos no sentido de acelerarem os esforços para atingir a neutralidade carbónica até 2040.

O alerta acompanhou a publicação do mais recente relatório do Painel Intergovernamental da ONU para as Alterações Climáticas, IPCC

Segundo o documento, o aquecimento global irá atingir 1,5ºC entre 2030 e 2035 sublinhando que a temperatura já subiu em média 1,2ºC relativamente aos níveis pré-industriais.

"A bomba relógio climática está em marcha. Mas o relatório do IPCC é um guia sobre como desarmar a bomba relógio climática. É um guia de sobrevivência para a humanidade. Como mostra, o limite de 1,5 graus é exequível. Mas é preciso um salto quântico na acção climática", disse António Guterres, Secretário-Geral da ONU, na apresentação do documento. 

António Guterres apelou ainda ao fim da utilização do carvão ns países ricos até 2030 e nas economias emergentes até 2040

O secretário-geral da ONU deixou claro que o mundo desenvolvido deverá consumir electricidade limpa até 2035, o que significa igualmente o fim das centrais a gás.

Trata-se do último alerta emitido pelo painel de cientistas premiados sobre o limite de 1,5ºC graus para o aquecimento global.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Milionários vão queimar dois terços do orçamento mundial de carbono até 2050

Navio de armazenamento e regaseificação na Toscana gera contestação

Suíça vai ter painéis solares entre os carris