Segurança no 'cockpit' dos aviões poderá ser revista a nível europeu

Segurança no 'cockpit' dos aviões poderá ser revista a nível europeu
De  Isabel Marques da Silva com Lusa
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

A TAP decidiu, esta sexta-feira, passar a ter dois tripulantes no 'cockpit' durante o voo, seguindo assim as recomendações do Instituto Nacional de Aviação Civil. A Comissão Europeia admite propôr alt

PUBLICIDADE

A TAP e as outras companhias aéreas em Portugal passam a ter dois tripulantes no ‘cockpit’ durante o voo. A decisão, que segue as recomendações do Instituto Nacional de Aviação Civil (INAC), foi anunciada pelo Governo, esta sexta-feira.

O ministro dos Transportes alemão, Alexander Dobrindt, está a favor da generalização da medida, tendo dito que “o princípio de “quatro-olhos” é bastante correto porque garante que não se verificam situações como esta, em que um piloto impediu outro de aceder ao cockpit”.

A questão está a ser colocada por companhias aéreas de todo o mundo depois de ter sido divulgado o comportamento do copiloto do avião da Germanwings, que se despenhou nos Alpes franceses.

Um porta-voz da Comissão Europeia disse à euronews que “existem regras em vigor ditadas por várias organizações, incluindo a nível europeu. Agora temos de esperar pelos resultados da investigação em curso para depois se tirarem as lições necessárias”.

Em análise está também a avaliação médica dos pilotos, já que no caso a ser investigado parecem haver indícios de doença mental.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Germanwings: Atentados de 11/9 impuseram medidas que impedem acesso do exterior ao cockpit

Nicolas Schmit nomeado cabeça de lista pelos socialistas para as eleições europeias

Euronews em força nas eleições europeias que vão marcar uma era