Investidura de Pedro Sánchez chumbada no parlamento

Investidura de Pedro Sánchez chumbada no parlamento
Direitos de autor رويترز
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Pedro Sánchez viu a possibilidade de tornar-se primeiro-ministro de Espanha negada pelo parlamento. Tem apenas mais uma votação para conseguir uma maioria de votos favoráveis.

PUBLICIDADE

O parlamento espanhol chumbou a investidura de Pedro Sánchez. O líder socialista tem apenas mais uma oportunidade para convencer os deputados de que é a melhor opção para o governo do país. Caso contrário, Espanha terá de voltar a realizar eleições.

Das vozes dos deputados espanhóis, ouviram-se mais os "Não" do que os "Sim". 170 votos contra, 124 a favor e 52 abstenções ditaram a chumbo à investidura de Pedro Sánchez. Com a abstenção do Podemos, o líder do Partido Socialista Operário Espanhol falhou a maioria absoluta necessária no parlamento para se tornar primeiro-ministro.

Agora, resta uma segunda ronda para os deputados manterem ou alterarem o voto. O tudo ou nada de Sánchez está agendado para esta quinta-feira.

Os deputados foram a votos depois de um dia de debate, em que Sánchez começou por apresentar as propostas para a legislatura. Uma exposição que deixou o tema Catalunha de fora e não convenceu nem à direita, nem os separatistas.

Para vencer a segunda votação, o líder socialista tem de garantir apenas uma maioria simples. Ou seja, em dois dias, já não será preciso assegurar o voto favorável de mais de metade dos deputados, mas terão de ser mais os "Sim" dos que os "Não" a ouvir-se no parlamento espanhol.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Negociação prossegue à esquerda para formar Governo

Rei de Espanha propõe Pedro Sánchez à presidência do Governo

Eleições espanholas: Perfil de Pedro Sánchez