EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Rei de Espanha propõe Pedro Sánchez à presidência do Governo

Rei de Espanha propõe Pedro Sánchez à presidência do Governo
Direitos de autor 
De  Luis Guita com Lusa
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Felipe VI propôs que o líder do PSOE seja nomeado primeiro-ministro espanhol. Socialistas venceram as eleições mas não são maioria, precisam de aliados.

PUBLICIDADE

A proposta de Felipe VI para que o líder dos socialistas seja nomeado como primeiro-ministro surge após a ronda de reuniões protocolares com os partidos políticos.

Os socialistas venceram as eleições mas não alcançaram a maioria; precisam de encontrar aliados.

"Aceito com grande honra o convite do rei Felipe VI, porque é uma honra poder liderar a Espanha, nosso grande país. Também aceito o convite com responsabilidade e com enorme gratidão pela confiança expressa pelo povo espanhol," declarou o presidente do Governo em funções, Pedro Sánchez.

A primeira opção de Sánchez é o Podemos, de esquerda, em crise após duas eleições - gerais e locais - onde perderam muito poder.

O líder do PSOE (partido homólogo do PS português) também vai reunir-se com os líderes dos dois principais partidos conservadores, numa tentativa de conseguir a abstenção destes, o que lhe permitirá ser eleito por maioria simples.

“Tenho de anunciar que, na próxima semana, vou começar as reuniões com os líderes dos três principais partidos, além do partido socialista, já que são os três líderes políticos que podem facilitar ou bloquear a investidura no Congresso Espanhol,”revelou Sánchez.

O primeiro-ministro eleito sabe que a correlação de forças no novo Parlamento faz dele o único com verdadeiras hipóteses de formar Governo. Caso contrário, a opção é repetir a eleição.

“Os espanhóis foram claros nos votos expressos nas eleições de 28 de abril e 26 de maio. Eles querem que o Partido Socialista governe. Não há outra alternativa possível: ou o Partido Socialista governa, ou o Partido Socialista governa. Não há outra alternativa,” lembrou o líder do PSOE.

Pedro Sánchez poderá ser nomeado na primeira semana de julho, em sessão plenária do novo Parlamento.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Investidura de Pedro Sánchez chumbada no parlamento

Pedro Sánchez enfrenta voto de investidura ainda sem acordo

Pablo Iglesias desiste de fazer parte do governo espanhol