A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Pablo Iglesias desiste de fazer parte do governo espanhol

Pablo Iglesias desiste de fazer parte do governo espanhol
Direitos de autor
REUTERS/Rafael Marchante
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Pablo Iglesias sai de cena para abrir caminho a uma geringonça no governo espanhol. O Podemos quer fazer parte do executivo do PSOE e o sacrifício do líder é encarado como o derradeiro compromisso do movimento, abrindo porta a que sejam satisfeitas todas as restantes reivindicações.

Numa mensagem divulgada nas redes sociais, Pablo Iglésias diz retirar-se porque o PSOE considerava-o o "único obstáculo" a "um governo de coligação de esquerdas que assuma que os direitos sociais têm de ser o centro político da governação". O líder do Podemos não quer "ser a desculpa" para que tal não aconteça.

Pedro Sanchez tem agora uma nova realidade para enfrentar. O lider socialista já veio dizer que não aceita imposições sobre a composição do governo.

O Unidos Podemos quer ter uma representantividade proporcional ao número de votos. A confirmar-se, teria 5 ministérios no universo de 17 atualmente existentes.