Didier Reynders: Perfil de um político "todo-o-terreno"

Didier Reynders: Perfil de um político "todo-o-terreno"
De  Isabel Marques da Silva
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Didier Reynders: Perfil de um político "todo-o-terreno"

PUBLICIDADE

Didier Reynders foi o escolhido para a pasta da Justiça na Comissão Europeia que será liderada por Ursula Von Der Leyen.

Uma pasta que inclui a supervisão do respeito pelo Estado de direito, que esteve nas mãos de Frans Timmermans e que causou grandes conflitos com governos populistas na Hungria e Polónia.

Didier Reynders é um dos políticos liberais belgas mais conhecidos e com longa experiência em várias áreas.

Quando o euro foi lançado, o político detinha a pasta das Finanças. Os cargos executivos mais recentes foram o de vice-primeiro-ministro e de chefe da diplomacia na coligação liderada por Charles Michel.

O cargo na Comissão Europeia permite a Reynders desenvolver uma carreira mais focada na política europeia e internacional, depois de ter perdido, em junho passado, a candidatura a secretário-geral do Conselho da Europa.

Reynders viu-se envolvido em polémica pouco depois de ter sido nomeado para Comissão Europeia, devido a uma investigação sobre corrupção e lavagem de dinheiro, mas o Ministério Público belga arquivou o caso antes da audição no Parlamento Europeu.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

"Breves de Bruxelas": Percalços nas audições para CE

Poucos eurodeputados com boas notas dos ambientalistas no Pacto Ecológico

UE tenta controlar repercussões do conflito entre Israel e Irão