EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Bélgica tem um dos pontos de grande contaminação por PFAS

3M factory in Zwijndrecht, Antwerp
3M factory in Zwijndrecht, Antwerp Direitos de autor DAVID PINTENS/fotodp.be
Direitos de autor DAVID PINTENS/fotodp.be
De  Gregoire LoryIsabel Marques da Silva
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Os PFAS são utilizados nas indústrias têxtil, automóvel e eletrónica, em produtos tais como utensílios de cozinha, embalagens, roupa impermeável, etc.

PUBLICIDADE

A pequena localidade belga de Zwijndrecht, na província da Flandres é um dos chamados "pontos quentes" na Europa em termos de contaminação por PFAS, também conhecidos como "poluentes eternos".

Trata-se de químicos sintéticos, repelentes de água e óleo, usados no fabrico de muitos produtos e que não se degradam.

Para os residentes, a contaminação derivada da fábrica local -3M - é um verdadeiro pesadelo. Foram aconselhados a não comer produtos locais como fruta e ovos, mas a precaução vai para além dos alimentos.

"É-nos pedido q ue não trabalhemos com as mãos nuas no solo. Há pessoas, incluindo a minha mulher, que trabalham na terra com luvas. Também nos pedem para ter cuidado, para não deixar os netos brincar na relva, subirem às árvores, devem ter cuidado! No final das contas, já não podemos fazer nada", disse Vincent Deleu, residente de Zwijndrecht, em entrevista à euronews.

Vincent Deleu já não vende os ovos do seu galinheiro, mas não quer sacrificar as s 300 árvores de fruto e três hortas. 

Estes químicos que permanecem na água e no solo, quase infiniatmente, e podem levar ao aumento do risco de cancro e de doenças da tiróide. Outras consequências paraa saúde são resposta imunitária reduzida a vacinas pediátricas.

É uma contaminação invisível mas omnipresente e, portanto, preocupante. Tem, também, consuquências ao nível psicológico, como uma constante angústica.

"Há pessoas que têm um belo jardim e dizem: 'Olha, eu já não vou mais para o meu jardim. Eu não saio de todo. Há pessoas que já tiveram um esgotamento, outras usam, por vezes, a palavra suicídio. Não tem havido suicídios, sejamos honesto s. Mas há pessoas que estão realmente assustadas", acrescentou Vincent Deleu.

Empresa pretende descontinuar PFAS até 2025

Os PFAS são utilizados nas indústrias têxtil, automóvel e eletrónica, em produtos tais como utensílios de cozinha, embalagens, roupa impermeável, etc.

Para os habitantes, a fábrica 3M, que pertence a um grupo empresarial com sede nos EUA, é responsável por esta contaminação. 

"A zona da 3M é de facto a mais poluída, ao nível de toda a Europa, no que se refere aos PFAS. Poderá ter, mesmo, a maior contaminação ao nível mundial. A contaminação que aqui existe não se vê noutro sítio. O mesmo se passa com o nível de contaminação no sangue das pessoas de Zwijndrecht, é também a mais elevada, os cientistas jamais viram isto num ser humano". disse o residente Toon Penen.

Contactada pela Euronews, a empresa 3M respondeu, via e-mail, que pretende "interromper a utilização de PFAS em todos os seus produtos até ao final de 2025". Acrescentou que até lá "continuará a agir de forma responsável". A decisão foi anunciada, em comunicado de imprensa, no final de 2022.

Em 2022, a empresa chegou a um acordo com o governo regional flamengo para dar compensações aos residentes num total de 571 milhões de euros.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Espanha repreendida pela União Europeia por falhar combate à poluição

Poluição do ar mata milhares de europeus

"Químicos para toda a eternidade". As substâncias que preservam os alimentos podem fazer-nos mal