EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

União Europeia e Filipinas retomam conversações para acordo de comércio livre

Presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, e presidente das Filipinas, Ferdinand Marcos Jr., em Manila
Presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, e presidente das Filipinas, Ferdinand Marcos Jr., em Manila Direitos de autor Aaron Favila/Copyright 2023 The AP. All rights reserved
Direitos de autor Aaron Favila/Copyright 2023 The AP. All rights reserved
De  Euronews com LUSA
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Diálogo tinha sido interrompido pelo presidente Rodrigo Duterte, em 2015, para dar prioridade às relações comerciais com a China.

PUBLICIDADE

A União Europeia vai retomar as negociações com as Filipinas para um acordo de comércio livre, após um hiato de oito anos.

As conversações entre o país asiático e bloco comunitário foram interrompidas em 2015 pelo anterior presidente, Rodrigo Duterte, para dar prioridade às relações económicas com a China.

De visita oficial às Filipinas, a presidente da Comissão Europeia,  Ursula von der Leyen, afirmou que as equipas de Bruxelas e Manila "vão começar a trabalhar desde já para criar as condições adequadas para voltar às negociações". 

"Um acordo de comércio livre tem um enorme potencial para ambos, em termos de crescimento e de emprego", acrescentou a líder europeia.

É a primeira visita de um presidente da Comissão Europeia ao país em quase 60 anos. O comércio bilateral entre as Filipinas e a UE atingiu 18,4 mil milhões de euros em 2022.

Ursula von der Leyen e Ferdinand Marcos Jr. assinaram já um acordo para a promoção de uma economia mais amiga do ambiente nas Filipinas.

Este acordo insere-se no âmbito da iniciativa europeia que ajuda países terceiros no combate às alterações climáticas e pretende ajudar Manila a travar a propagação de resíduos de plástico no mar.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Filipinas protestam contra Pequim depois do novo ataque no Mar do Sul da China

Ferdinand Marcos Jr. toma posse nas Filipinas

Nobel é "lembrete" para as autoridades das Filipinas e Rússia