EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

"Estado da União": Itália volta a colocar migração no centro do debate europeu

Migrantes resgatados chegam à ilha de Lampedusa
Migrantes resgatados chegam à ilha de Lampedusa Direitos de autor Cecilia Fabiano/LaPresse via AP
Direitos de autor Cecilia Fabiano/LaPresse via AP
De  Stefan GrobeIsabel Marques da Silva
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O governo de Itália voltou a colocar a migração no centro do debate europeu, por causa da situação em Lampedusa, tendo conseguido que a presidente da Comissão Europeia visitasse a ilha e reformulasse um plano de dez pontos.

PUBLICIDADE

Há uma semana, a ilha italiana de Lampedusa - mais próxima da Tunísia do que de Itália - viu milhares de migrantes chegarem à ilha em barcos improvisados, em poucos dias.

Desde então, a questão da migração ganhou uma nova urgência. Como irá a Itália lidar com a nova crise? Em que medida irá o país obter apoio de outros Estados-membros ou da União Europeia ? Que consequências terá para a Europa a nível político?

A euronews analisa o tema com Matteo Villa, investigador no Instituto Italiano de Estudos Políticos Internacionais, em Milão e especialista em migração.

"O debate mudou e isso é visível porque este governo prometeu reduzir as chegadas de migrantes e, em vez disso, elas duplicaram, no ano passado. Por isso, é evidente que tem de encontrar uma nova narrativa para o justificar. Meloni prometeu fazer um duplo bloqueio, o chamado bloqueio naval. Nada disso aconteceu. Na verdade, além de  130 mil pessoas resgatadas pelas autoridades, este ano, cerca de de dez mil foram resgatadas por barcos de organizações não-governamentais. Ela tinha prometido acabar com isso, mas tal não aconteceu", disse o investigador.

(veja a entrevista na íntegra em vídeo)

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

UE sem interesse em ter mais três línguas oficiais, faladas em Espanha

Von der Leyen apresenta "resposta europeia" à imigração ilegal

Ucranianos celebram solstício de verão com festival de inspiração pagã