EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Redes sociais causam problemas de segurança no Euro 2024

Redes sociais causam problemas de segurança no Euro 2024
Redes sociais causam problemas de segurança no Euro 2024 Direitos de autor Themba Hadebe/Copyright 2024 The AP. All rights reserved
Direitos de autor Themba Hadebe/Copyright 2024 The AP. All rights reserved
De  Inês dos Santos Cardoso
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A UEFA foi obrigada a reforçar as medidas de segurança para o Euro 2024, depois de vários adeptos terem invadido os relvados para tirarem selfies com os jogadores, para depois as divulgarem nas redes sociais.

PUBLICIDADE

As redes sociais têm impactado a segurança do torneio de futebol Euro 2024, que está a decorrer na Alemanha. Vários adeptos invadiram os jogos para tirar fotografias com os jogadores e para, posteriormente, as divulgarem nas suas redes.

Um youtuber alemão chegou mesmo a invadir um campo de futebol, durante a cerimónia de abertura do campeonato, disfarçado de mascote. O jovem Marvin Wildhage publicou um vídeo nas suas redes sociais onde parece mostrar como conseguiu entrar no estádio de Munique com um fato falso e dançar no relvado, antes de ser levado por um membro do pessoal da UEFA.

O vídeo de Marvin Wildhage tornou-se viral e atingiu quase três milhões de visualizações, o que fez com que o youtuber obtivesse reconhecimento mediático e novos seguidores.

"Um novo desafio que provavelmente veremos, ou pelo menos uma tendência crescente, é as pessoas saltarem para o relvado para se aproximarem do seu ídolo e tirarem selfies com ele. Infelizmente, esta é uma velha tradição no futebol, mas há um novo aumento deste tipo de comportamento de celebração porque as pessoas querem tirar fotografias e publicar conteúdos nas redes sociais", afirmou Ronan Evain, diretor executivo da Football Supporters Europe, citado pela AP.

A polícia alemã disse à Euronews que a segurança dos estádios, durante o campeonato, é assegurada pela UEFA. No entanto, a UEFA recusou o pedido de entrevista da Euronews.

UEFA é obrigada a adotar medidas de segurança adicionais

A UEFA foi obrigada a adotar medidas de segurança adicionais, especialmente depois de quatro adeptos terem invadido o relvado para tirar selfies com Cristiano Ronaldo, duranta a partida entre Portugal e a Turquia.

Um especialista que trabalhou na segurança dos estádios, durante o Campeonato do Mundo de 2006 na Alemanha, indicou que as entradas e saídas são particularmente preocupantes.

Jovem invade o relvado e tenta tirar fotografia com Kevin De Bruyne
Jovem invade o relvado e tenta tirar fotografia com Kevin De BruyneMichael Probst/Copyright 2024 The AP. All rights reserved

"O problema é que estes portões não são fáceis de abrir, pelo que, em caso de emergência, se centenas ou mesmo milhares de pessoas tentarem fugir, haverá certamente dificuldades, problemas, ferimentos ou mesmo morte. Isto teria de ser reconsiderado e a minha avaliação é que, nos últimos 18 anos, quase nada foi feito", explicou Hans-Walter Borries, diretor do Instituto de Estudos Económicos e de Segurança FIRMITAS da Universidade de Witten, citado pela AP.

Os especialistas alertaram para o facto de ser impossível controlar o comportamento de todos os adeptos, especialmente agora que as vedações que os separam do campo deixaram de ser utilizadas.

"Há mais conforto para os adeptos perto do campo, podem desfrutar melhor do jogo, mas isso cria obviamente novos desafios em termos de segurança. É mais difícil proteger os jogadores, por isso é um bónus para os adeptos, para nós, para nos autopoliciarmos, para compreendermos que, se queremos manter este conforto quando estamos no estádio, temos de respeitar o campo”, disse Ronan Evain, citado pela AP.

O Euro 2024 termina já no próximo domingo, dia 14 de julho, e a final vai acontecer na capital Berlim.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Euro 2024: Holanda e Inglaterra nas meias-finais

Euro 2024: Portugal eliminado nos penáltis, França segue para as meias-finais

Mbappé alerta para uma situação "catastrófica" em França, com a política a ocupar um lugar central no Euro 2024