This content is not available in your region

No Mediterrâneo há uma planta com mais impacto económico "que o da floresta equatorial"

Access to the comments Comentários
De  Julian GOMEZ  & Euronews
euronews_icons_loading
No Mediterrâneo há uma planta com mais impacto económico "que o da floresta equatorial"
Direitos de autor  euronews
Tamanho do texto Aa Aa

A posidonia oceanica é uma planta marinha endémica do Mar Mediterrâneo e forma algumas das mais antigas e maiores colónias vivas do planeta.

Fornece um habitat importante para outras espécies marinhas. Mas atualmente está sob pressão da poluição, das alterações climáticas e das atividades humanas.

Gabriele Procaccini, biólogo marinho e um dos maiores especialistas da Europa nesta planta, alerta para a importância desta planta, essencial para os ecossistemas.

"O crescimento da posidonia oceanica é muito, muito lento. A ação de uma única âncora de um grande navio, que pode destruir 1 metro quadrado de prados subaquáticos de Posidonia, é uma cicatriz que a Natureza vai precisar de centenas de anos para curar. A posidonia cresce verticalmente nos sedimentos do fundo do mar e isto requer anos e anos. Datámos alguns prados de Posidonia como tendo dois mil ou três anos. Imaginem as consequências se arrancarmos todas estas florestas de Posidonia. Elas são importantes, porque capturam e armazenam uma enorme quantidade de carbono. E esse carbono guardado é um dos elementos-chave destes ecossistemas marinhos. A posidonia, bem como outras espécies de plantas marinhas, tem um papel muito importante nos ecossistemas. Calculámos que o impacto económico das suas funções [naturais] nos ecossistemas é ainda maior do que o da floresta equatorial", explica o biólogo.