Espanha desenvolve projeto para evitar a colisão de drones em pleno voo

Drones nos céus da Europa
Drones nos céus da Europa Direitos de autor euronews
De  Aisling Ní Chúláin
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

O projeto BUBBLE reuniu investigadores do meio académico, da indústria e de instituições europeias com o objetivo de desenvolver o chamado sistema de gestão de separação para sistemas de aeronaves não tripuladas

PUBLICIDADE

Más notícias para aquele que não gostam do zumbido dos drones: eles não vão desaparecer tão cedo. De facto, estão destinados a tornarem-se cada vez mais omnipresentes.

De acordo com as estimativas da SESAR - uma parceria europeia encarregada da monitorização do espaço aéreo europeu e da gestão do tráfego aéreo -, até 2050 poderá haver cerca de 7,5 milhões de drones pessoais e comerciais a atravessar os céus da Europa.

Para se prepararem para esta nova realidade, investigadores em Espanha estão a testar um novo sistema que, esperam, vá evitar que estes drones colidam uns com os outros.

O projeto BUBBLES reuniu investigadores do meio académico, da indústria e de instituições europeias com o objetivo de desenvolver o chamado sistema de gestão de separação para sistemas de aeronaves não tripuladas (SANT).

Israel Quintanilla, professor de engenharia aeroespacial na Universidade Politécnica de Valência e diretor de comunicações do projeto BUBBLES, explicou:

"O que o Bubbles faz é gerar bolhas de segurança à volta de cada drone, com base em algoritmos que calculam o risco de colisão em tempo real". O académico informou, também que "se existir (tal risco), a plataforma é mesmo capaz de propor manobras evasivas aos pilotos, tendo em conta a sua posição".

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Lobistas da Amazon proibidos de entrar no Parlamento Europeu

MWC 2024: Microsoft abre acesso aos modelos de IA para permitir que países criem as suas próprias economias de IA

Estes sapatos futuristas impressos em 3D adaptam-se aos pés e poderão chegar ao mercado em breve