This content is not available in your region

Ecoturismo e turismo de aventura nos Balcãs Ocidentais

euronews_icons_loading
Ecoturismo e turismo de aventura nos Balcãs Ocidentais
Direitos de autor  euronews
De  euronews
Tamanho do texto Aa Aa

Os Balcãs Ocidentais apostam no ecoturismo graças à via Dinarica, um trilho de dois mil quilómetros que liga oito países.

A via Dinarica que se estende por uma área de 500 mil quilómetros quadrados, ao longo de oito países, já ganhou várias distinções internacionais e pretende ser um exemplo de turismo responsável nos Balcãs.

Via Dinarica liga oito países dos Balcãs

O trilho permite contemplar as paisagens dos alpes Dináricos. “Estamos 1700 metros acima do nível do mar, em Milishevc, onde passámos a noite. Foi uma experiência extraordinária, percorremos três países de bicicleta: a Albânia, o Montenegro e o Kosovo. Encontrámos pessoas fantásticas e vimos paisagens fascinantes. Vale a pena visitar estes Alpes” afirmou o jornalista Andrea Danglli.

A Via Dinarica é uma das apostas da região para estimular as economias locais nos Balcãs Ocidentais graças ao turismo sustentável. Além da natureza, os visitantes podem também explorar a história e o património cultural.

Além das montanhas, há uma área costeira com uma oferta turística singular.

“Há uma linha verde, uma linha azul e uma linha branca, o que oferece uma gama completa de programas de aventura como caminhadas, esqui, passeios de caiaque, desportos aquáticos e de inverno”, disse à euronews Madlina Puka, especialista em turismo de aventura, do conselho de cooperação regional dos Balcãs.

euronews
Ecoturismo nos Balcãs Ocidentaiseuronews

Via Egnatia segue antigo caminho romano

Há ainda um segundo trilho fruto da cooperação regional: a Via Egnatia segue a antiga estrada que ligava as partes oriental e ocidental do Império Romano.

Um dos objetivos do projeto é promover a livre circulação nas fronteiras e o reconhecimento mútuo dos guias turísticos e dos profissionais da indústria dos diferentes países.

“Apoiamos também o turismo com vários destinos o que permitirá aos viajantes realizar vários itinerários além das fronteiras e visitar um maior número de locais e culturas”, acrescentou Madlina Puka.