Vídeo

euronews_icons_loading
Separatistas pró-russos dizem que Lysychanks, no Donbass, está completamente cercada