EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Morte de Philip Hughes: Ex-capitão de Inglaterra descarta falhas na segurança

Morte de Philip Hughes: Ex-capitão de Inglaterra descarta falhas na segurança
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
PUBLICIDADE

O acidente que ditou a morte do australiano Philip Hughes foi uma tragédia, mas foi também algo extremamente raro e não se deveu a falhas na segurança.

É essa a opinião do antigo capitão da seleção de críquete de Inglaterra, Mike Gatting, que hoje trabalha como diretor de parcerias na Federação de Críquete de Inglaterra e País de Gales.

“Ficamos a pensar no que poderíamos ter feito. A verdade é que não sei. Com certeza há pessoas que vão dizer que o acidente poderia ter sido evitado, mas tal como disse o médico, foi simplesmente uma coisa estranha, que quase nunca acontece. É estranho as pessoas dizerem que não nos preocupamos com a segurança. Com certeza que sim, porque num desporto em que temos projéteis lançados a mais de 130 quilómetros por hora, precisamos mesmo de ter o melhor equipamento para que os jogadores se protejam e para que seja seguro jogar”, disse o ex-jogador.

A Federação Inglesa de Críquete introduziu novas normas de segurança em junho deste ano.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

105 adeptos de futebol em prisão preventiva pela morte de um jovem grego

Morreu o único futebolista que conquistou seis "orelhudas": "Paco" Gento tinha 88 anos

Suspeitas de crime médico na morte de Diego Maradona