Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Matthias Walkner estreia-se a vencer num dia em que a morte regressou ao Dakar

Matthias Walkner estreia-se a vencer num dia em que a morte regressou ao Dakar
Tamanho do texto Aa Aa

Matthias Walkner precisou de apenas três etapas para conhecer o sabor da vitória no Dakar. O austríaco, antigo campeão do mundo de motocross, tem impressionado na época de estreia no todo-o-terreno e foi o piloto mais rápido na ligação entre San Juan e Chilecito, na Argentina, com menos 40 segundos que o detentor do título, Marc Coma.

Joan Barreda continua a liderar a classificação geral com uma vantagem de 5m33s sobre Paulo Gonçalves. Rúben Faria é quinto, Hélder Rodrigues nono e Mário Patrão 33º.

Nos automóveis, a vitória sorriu ao homem da casa, Orlando Terranova. O argentino concluiu a tirada com menos 1m54s que Giniel de Villiers.

Nasser Al-Attiyah não foi além do quinto melhor tempo mas mantém-se na liderança da geral. Carlos Sousa é o melhor português na nona posição, Ricardo Leal dos Santos é 22º classificado.

Michal Hernik encontrado morto

Infelizmente a terceira etapa apenas veio confirmar o Dakar como uma das provas mais mortíferas do desporto mundial, Michal Hernik foi encontrado sem vida junto à sua moto.

O polaco tinha o capacete retirado e a organização já anunciou a abertura de um inquérito para determinar a causa da morte.

Hernik tornou-se no vigésimo oitavo piloto a morrer em pleno Dakar, o quinto desde que a prova passou a disputar-se na América do Sul.