Última hora
This content is not available in your region

Luto nacional na Ucrânia após ataque contra autocarro

Luto nacional na Ucrânia após ataque contra autocarro
Tamanho do texto Aa Aa

A Ucrânia observa hoje um dia de luto nacional em homenagem aos doze civis mortos no ataque de terça-feira contra um autocarro na região separatista de Donetsk.

Várias vezes acusado de manter uma posição “demasiado branda” face aos rebeldes pró-russos, o presidente Petro Poroshenko anunciou três vagas de mobilização militar para 2015, na mesma reunião do executivo na qual decretou o que classificou como “um dia de luto pelos que morreram nas mãos de terroristas”.

Segundo Kiev, o autocarro foi atingido por projéteis lançados por rebeldes, que visavam um posto de controlo do Exército.

A Rússia, que apoia os separatistas, apelou a uma investigação independente, conduzida pela missão da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa.

O chefe da diplomacia russa, Sergei Lavrov, frisou que “existem várias versões acerca do que se passou, mas é necessária uma investigação aprofundada antes de apontar o dedo a alguém, como fazem o Ocidente e a Ucrânia”.

O ataque contra o autocarro ocorreu numa semana marcada por bombardeamentos intensos no leste da Ucrânia, que assinalam o fim da calma relativa que se seguiu à trégua de 9 de dezembro. Alguns países decidiram mesmo retirar os seus representantes da missão da OSCE.