EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Londres: Metro noturno causa cortes, dizem sindicatos

Londres: Metro noturno causa cortes, dizem sindicatos
Direitos de autor 
De  Ricardo Figueira com Reuters, APTN
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Os sindicatos culpam a Transport for London (TfL) de estar a fechar guichés de venda de bilhetes para financiar a abertura do metro 24 horas por dia, ao fim de semana, a partir de setembro.

PUBLICIDADE

Londres vai juntar-se ao grupo de “cidades que nunca dormem” a 12 de setembro: Tal como prometido pelo presidente da câmara Boris Johnson, o metro, ou tube, como é conhecido pelos londrinos, vai funcionar 24 horas por dia ao fim de semana.

Além de funcionar durante as noites de sexta e sábado, o metro da capital britânica vai também ter melhores acessos e mais cobertura de wi-fi: “É uma boa ideia. Já não saio até tão tarde como quando era mais novo, mas é uma boa ideia, porque assim as pessoas não têm de ficar na rua à noite”, diz um utente.

Se a maioria dos utilizadores parece concordar com a medida, já os sindicatos têm sérias reticências. Para eles, o fecho dos guichés de venda de bilhetes, que começou esta segunda-feira, não é uma coincidência: “Vão ter um prejuízo de 20 milhões de libras no primeiro ano e têm de compensar isso de alguma forma. O nosso medo é que financiem isso com cortes noutros serviços e no pessoal da Transport for London (TfL), conta Luke Chester, do sindicato Transport Salaried Staffs' Association (TSSA).

Prevê-se que o fecho de guichés vá custar o emprego a centenas de trabalhadores da TfL, que está a automatizar por completo a venda de bilhetes. A medida esteve já na base de várias greves.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

William apareceu sem Kate na "Garden Party" de verão do Palácio de Buckingham

Jovem de 13 anos morre após ataque com espada em Londres

Sunak anuncia: voos de deportação do Reino Unido para o Ruanda devem começar dentro de poucos meses