This content is not available in your region

Israel: Governo oferece refúgio aos judeus europeus

Access to the comments Comentários
De  João Peseiro Monteiro  com REUTERS, AFP, HAARETZ
euronews_icons_loading
Israel: Governo oferece refúgio aos judeus europeus

O primeiro-ministro israelita convidou os judeus da Europa a procurar refúgio em Israel. Benjamin Netanyahu reagiu desta forma ao assassinato de um judeu na capital da Dinamarca:

Estamos a preparar-nos para absorver uma imigração de massa vinda da Europa

“- Mais uma vez, assassinaram judeus em solo europeu apenas porque são judeus e é provável que esta vaga de ataques, de homicídios antissemitas, vá continuar. Os judeus devem ser protegidos em qualquer país mas nós dizemos aos judeus, aos nossos irmãos e às nossas irmãs, Israel é a vossa casa. Estamos a preparar-nos para absorver uma imigração de massa vinda da Europa.”

O conselho de ministros apresentou este domingo um plano para encorajar a imigração e a integração de judeus vindos de França, Bélgica e Ucrânia. O debate sobre a imigração vinda de outros países vai ser agendado para breve.

O principal rabi da Dinamarca, Jair Melchior, respondeu entretanto a Netanyahu: “O terror não é uma razão para emigrar para Israel”.