This content is not available in your region

Poroshenko quer capacetes azuis na Ucrânia

Access to the comments Comentários
De  Ricardo Figueira  com Reuters, APTN, AFP
Poroshenko quer capacetes azuis na Ucrânia

O presidente da Ucrânia Petro Poroshenko quer a presença de forças de manutenção da paz no país. A proposta já foi aprovada no Conselho Nacional de Segurança e Defesa e vai ser apresentada ao parlamento.

Poroshenko esteve com soldados que combateram em Debaltseve, uma cidade de importância estratégica, agora nas mãos dos rebeldes pró-russos. A batalha por esta cidade acabou com a retirada das tropas ucranianas.

A questão é saber até onde os separatistas querem ir, como explica o analista político Vadim Karasyov: “A tomada de Debaltseve dá-lhes recursos para aprovisionarem os territórios através do caminho-de-ferro. Será que vão avançar mais? Provavelmente não. Tudo depende de Putin. Neste momento, o cessar-fogo e os acordos de Minsk dão-lhe jeito, tal como dão à Europa”.

O cessar-fogo acordado em Minsk, num encontro promovido pela França e pela Alemanha, entrou em vigor às zero horas de domingo e foi respeitado em quase toda a zona em conflito, menos em Debaltseve, onde os combates continuaram até à expulsão das tropas ucranianas.