Última hora

Homenagem a Malcolm X

Homenagem a Malcolm X
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O ativista negro norte-americano Malcolm X, assassinado há 50 anos, foi recordado em Nova Iorque por líderes religiosos, autoridades, artistas e organizações de direitos humanos.

No Harlem, perto do local onde morreu em 1965, foi recordado o seu legado e destacada a atualidade de sua luta pelos direitos humanos e dos negros.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.