EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Lituânia restabelece serviço militar obrigatório face a possível ameaça russa

Lituânia restabelece serviço militar obrigatório face a possível ameaça russa
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

A Lituânia anunciou que vai restabelecer o serviço militar obrigatório, face ao que considera ser uma possível ameaça russa. A decisão de retomar a

PUBLICIDADE

A Lituânia anunciou que vai restabelecer o serviço militar obrigatório, face ao que considera ser uma possível ameaça russa.

A decisão de retomar a obrigatoriedade, suspensa há sete anos, e por um período até 2020 deverá ser submetida em breve ao parlamento.

A presidente do país, cada vez mais inquieta face aos acontecimentos na Ucrânia, explicou, esta terça-feira, as razões da decisão.

“O ambiente geopolítico atual obriga-nos a reforçar o exército e a fazê-lo o mais rapidamente possível. Isto tem que ser feito nos próximos anos. É por isso que o Conselho de Defesa do Estado decidiu restabelecer temporariamente o serviço militar obrigatório por cinco anos. Os novos militares vão ser recrutados por períodos de 9 meses e esta decisão deverá abranger cerca de 3500 cidadãos”, afirmou a presidente Dalia Grybauskaite.

Desde Dezembro que Vilnius multiplica os exercícios militares depois das manobras russas no enclave russófono de Kaliningrado, localizado entre o país e a vizinha Polónia.

O pequeno país, membro da Nato e da União Europeia teme que Moscovo lance manobras de desestabilização similares àquelas que atualmente inflamam a Ucrânia.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Primeiro contingente de tropas da Alemanha chega a Vilnius para reforçar flanco leste da NATO

Porta-voz do exército israelita: "Pode haver um cessar-fogo hoje ou daqui a um ano".

Ucrânia: guerra às portas da Europa abre caminho a projeto de defesa comum