Turquia: Homenagens a Berkin Elvan terminam em confrontos com a polícia

Turquia: Homenagens a Berkin Elvan terminam em confrontos com a polícia
De  Fernando Peneda com AFP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Em várias cidades turcas, incluindo a capital, a polícia dispersou manifestantes que protestavam contra a morte de um adolescente ferido pelas forças

PUBLICIDADE

Em várias cidades turcas, incluindo a capital, a polícia dispersou manifestantes que protestavam contra a morte de um adolescente ferido pelas forças da ordem durante o levantamento antigovernamental de 2013.

Os manifestantes pretendiam homenagear Berkin Elvan, um jovem de 15 anos, que, atingido na cabeça por uma granada de gás lacrimogéneo, ficou gravemente ferido e veio a morrer em março de 2014 após 269 dias em estado de coma.

Em Ancara a polícia recorreu a canhões de água e interpelou 11 pessoas.

A morte de Berkin Elvan fez espontaneamente descer às ruas centenas de milhares de pessoas que denunciaram o governo do então primeiro-ministro Recep Tayyip Erdogan, hoje Chefe de Estado.

O parlamento turco examina há várias semanas um projeto de lei polémico que pretende reforçar o poder da polícia, nomeadamente durante manifestações.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Mais de 40 ativistas LGBTQ detidos em Istambul

Manifestação do 1º de Maio em Istambul termina em confrontos

Agricultores espanhóis bloqueiam estradas e autoestradas com tratores, pneus e ramos de árvores