Última hora
This content is not available in your region

Ano 1394 começa este sábado.

Access to the comments Comentários
De  Euronews com EFE, wikipedia
Ano 1394 começa este sábado.
Tamanho do texto Aa Aa

Últimas compras e preparativos, este sábado, 21 de Março, entramos no ano 1394, claro está, se quisermos seguir o calendário persa.

O Noruz, literalmente "novo dia", em persa é celebrado no Irão, mas também no Afeganistão, Tajiquistão, Uzbequistão, Azerbaijão, Cazaquistão, Quirguistão e pelos curdos, nomeadamente na Turquia.

Com epicentro no Irão, o equinócio da Primavera marca a passagem de ano para muitos dos que vivem nas regiões que um dia constituíram o Império Aqueménida, o Primeiro Império Persa.

O Noruz, literalmente “novo dia”, em persa é celebrado no Irão, mas também no Afeganistão, Tajiquistão, Uzbequistão, Azerbaijão, Cazaquistão, Quirguistão e pelos curdos, nomeadamente na Turquia.

Manda a tradição que à hora do equinócio esteja pronta a “toalha dos 7 esses” (Sofreye Haft Sin), com 7 alimentos que começam pela letra “S”, em Persa, e também um espelho, velas e um livro do poeta Hafez.

O costume tem mais de 3000 mil anos. Não estranha portanto que quem está “há 40 ou 50 anos” em Londres, diga que nunca se esquece do “ano novo iraniano”. O Noruz recorda a muitos adultos os tempos da infância, “dos presentes” oferecidos pelos familiares

A outros, a passagem de ano persa provoca uma certa nostalgia e o desejo de “viver num ambiente semelhante ao do Irão nestes dias de festa”.

Para muitos, é a oportunidade de “desejar um bom ano novo a todos os iranianos à volta do mundo”.

O enviado da euronews a Londres, Omid Lahabi, explica que “os brotes de trigo e os jacintos são símbolos do Noruz. Recordam a todos que com o final do Inverno e a chegada da Primavera, a natureza também ganha uma nova vida”.