Última hora

Germanwings: que doença motivou a suposta baixa do copiloto no dia da tragédia?

Germanwings: que doença motivou a suposta baixa do copiloto no dia da tragédia?
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Andreas Lubitz, o copiloto que terá despenhado intencionalmente o avião da Germanwings nos Alpes franceses, sofreu de depressão no passado e escondeu da empresa que devia estar de baixa médica no dia da tragédia.

As buscas na sua casa, nos arredores de Düsseldorf, e na residência dos pais permitiram encontrar o certificado médico, rasgado, embora as autoridades não tenham avançado a razão para a baixa.

O Hospital Universitário de Düsseldorf confirmou esta sexta-feira que Lubitz foi visto por médicos do estabelecimento em fevereiro e, pela última vez, a 10 de março, mas não por motivos de depressão.

O procurador Christoph Kumpa explicou que “foi completada” a busca no apartamento do copiloto e na casa dos pais, sem que fosse encontrada “uma nota de suicídio ou qualquer reivindicação de responsabilidade”. E também “não há qualquer pista que indique motivos políticos ou religiosos para a sua atuação”.

À procura de respostas, dezenas de meios de comunicação mantém um verdadeiro cerco à residência dos pais de Lubitz, na localidade de Montabaur. O jornal alemão Bild revelou que o copiloto sofreu de um episódio de depressão grave em 2009.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.