A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Polónia proíbe entrada de "motards" russos

Polónia proíbe entrada de "motards" russos
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Um grupo de vinte “motards” saiu, este sábado de Moscovo, na Rússia, rumo a Berlim, na Alemanha.

Os “Lobos da Noite” pretendem, assim, assinalar o 70° aniversário da vitória do exército vermelho sobre a Alemanha Nazi.

A Polónia já fez conhecer às autoridades russas que os “motards” vão ser impedidos de entrar no país, alegando razões de segurança.

A medida não amedronta o grupo. O líder, Alexander “o cirurgião” Zaldostanov, garante que têm o apoio das pessoas e que “trinta mil ‘motards’ polacos expressaram a sua solidariedade”.

Os “Lobos da Noite” iniciaram a viagem de 6 mil quilómetros e pretendem passar pela Bielorrússia, Polónia, República Checa, Eslováquia, Áustria, e Alemanha. Planeiam chegar à capital germânica a 9 de maio.

Caso seja mesmo impedido de atravessar a Polónia o grupo já fez saber que pretende contornar a proibição optando por atravessar, individualmente, a fronteira em vários pontos, reagrupando-se depois já dentro do país.

“Os Lobos da Noite” foram o primeiro clube “motard” a ser criado na Rússia, são conhecidos pelas ideologias nacionalistas e acredita-se que tenham participado na anexação da Crimeia pela Rússia.