A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Oligarca ucraniano pode ser extraditado para os EUA

Oligarca ucraniano pode ser extraditado para os EUA
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Um tribunal de Viena decide esta quinta-feira sobre a extradição do oligarca ucraniano, Dmytro Firtash,
para os Estados Unidos, onde foi acusado de corrupção.

O oligaraca foi detido há mais de um ano na capital austríaca e libertado sob fiança.

A mudança de governo em Kiev levou à perda de privilégios, incluindo um contrato de exploração de uma mina de titânio na Índia e do uso das redes de distribuição de gás para a sua empresa de energia.

Firtash que mantém laço estreitos com Moscovo queixa-se de perseguição política. Nos Estados Unidos incorre numa pena de várias décadas de prisão.

Kiev iniciou também uma investigação criminal contra os ex-gestores de topo empresa estatal Naftogaz que com a Ostchem, empresa de Firtash com outro sócio, terão alegadamente ganho roubado 4,3 mil milhões de euros.