This content is not available in your region

O que se passa dentro de uma sala de aulas britânica?

Access to the comments Comentários
De  Euronews
O que se passa dentro de uma sala de aulas britânica?

Em plena campanha eleitoral no Reino Unido, fomos ver quais os temas mais prementes no setor da educação e como os adolescentes encaram a vida política. Até que ponto as chamadas ‘escolas livres’ mudaram o panorama educativo no Reino Unido? Porque é que há cada vez mais professores a mudar de carreira?

Até onde vai a liberdade das “escolas livres”?

O Colégio de Canary Wharf foi uma das primeiras ‘escolas livres’ do Reino Unido. Situa-se em Tower Hamlets, uma zona desfavorecida de Londres. Os horários são mais longos, as turmas têm um máximo de 20 alunos e as disciplinas centram-se muito nas línguas e na atividade física. Mas muitas vozes críticas dizem que o sistema de entrada e a gestão financeira destas escolas criam desigualdades.

Ensinar ou não ensinar?

Há três anos, Jeremy descobriu a sua vocação: ser professor. Devido à falta de docentes em certas áreas, o seu caminho de preparação foi particularmente rápido. Mas, apesar das dificuldades e do trabalho intenso, Jeremy não trocava esta profissão por nada. No entanto, um inquérito publicado recentemente mostra que quase 40% dos professores recém-licenciados deixa de exercer a profissão um ano depois de iniciar a carreira.

Na escola, debate-se política

Chegou o dia do debate nesta escola londrina. Eles têm entre 17 e 18 anos de idade e vão tentar recolher o máximo de votos favoráveis entre os colegas. Depois de semanas em campanha, seis estudantes têm a missão de defender a perspetiva de seis partidos políticos diferentes. Estão presentes Trabalhistas, Conservadores, Liberais Democratas, o UKIP, os Verdes e o partido satírico Monster Raving Loony.