EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Burundi: Golpistas encerram fronteiras após anunciarem "demissão" do chefe de Estado

Burundi: Golpistas encerram fronteiras após anunciarem "demissão" do chefe de Estado
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

A tensão aumenta no Burundi com o anúncio de uma tentativa de golpe de Estado contra o contestado presidente Nkurunziza. O General Godefroid

PUBLICIDADE

A tensão aumenta no Burundi com o anúncio de uma tentativa de golpe de Estado contra o contestado presidente Nkurunziza.

O General Godefroid Niyombare, um alto responsável do exército, próximo da oposição anunciou, na rádio, ao início da tarde, a demissão do chefe de estado e a formação de um governo provisório.

O líder do golpe militar ordenou, entretanto, o encerramento do aeroporto, assim como das fronteiras do país, numa medida que visa impedir o chefe de Estado, Pierre Nkurunziza de regressar ao país.

O presidente, que pretendia candidatar-se a um terceiro mandato nas eleições de junho encontra-se fora do país, numa cimeira de líderes africanos na Tanzânia.

Numa declaração conjunta, os representantes da Comunidade dos Países da África Oriental, condenaram o golpe de Estado, apelando ao adiamento da data das eleições.

Em Bujumbura, os militares fiéis ao presidente bloquearam há poucas horas o acesso às instalações da televisão pública, quando hà relatos de tiros em redor do edifício.

(function(d, s, id) { var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0]; if (d.getElementById(id)) return; js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = "//connect.facebook.net/en_US/sdk.js#xfbml=1&version=v2.3"; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);}(document, 'script', 'facebook-jssdk'));> Posted by Pierre Olivier Blanchard on Wednesday, May 13, 2015

O anúncio do golpe de estado foi acompanhado de celebrações na capital quando os protestos contra a recandidatura do chefe de estado provocaram dezenas de mortos nas últimas semanas.

Communiqué de Presse : Coup d’Etat fantaisiste C’est avec regret que nous avons appris qu’un groupe de… http://t.co/vvd2uEnDCK

— Burundi | Présidence (@BdiPresidence) May 13, 2015

A presidência emitiu esta tarde um comunicado, em que considera o anúncio do golpe de estado como uma “fantasia”, quando há relatos não confirmados de que o presidente Nkurunziza poderia tentar regressar ao país.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Polícia usa gás lacrimogéneo para dispersar novos protestos no Quénia

Detidas mais 17 pessoas na Bolívia após tentativa de golpe de Estado

Tentativa de golpe na Bolívia fracassa: Detido líder dos revoltosos