Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Merkel e Hollande desejam projeto ecológico ambicioso na cimeira da ONU

Merkel e Hollande desejam projeto ecológico ambicioso na cimeira da ONU
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Angela Merkel e François Hollande manifestaram esta terça-feira o desejo conjunto de ser alcançado no final deste ano, na cimeira ambiental das Nações Unidas, em Paris, um acordo ambicioso para limitar o aquecimento global do planeta. Perante quase quatro dezenas de ministros do Ambiente, a chanceler alemã e o Presidente francês reuniram-se em Berlim para preparar, com os já tradicionais Diálogos de Petersburgo, a conferência da ONU sobre alterações climáticas, realizada em parceria com o Programa Ação Climática e conhecida como COP21/ CMP11.


“Queremos anunciar em Paris o nosso objetivo a longo prazo de reduzir pelo menos 60 por cento as emissões de gases com efeito de estufa face a 2010. Isso significa uma redução global para metade do registado em 1990. Sim, é muito ambicioso, mas acreditamos que se nos juntarmos vamos consegui-lo”, defendeu Merkel, a atual presidente do G7, o grupo dos sete países mais industrializados e desenvolvidos do Mundo.

O presidente francês reforçou o desejo da chanceler de um esforço coletivo em nome do ambiente. “Temos de nos mobilizar. Temos de agir. É urgente! É do nosso interesse! Como sublinhou a chanceler, o aquecimento global não é apenas uma ameaça, é também uma oportunidade considerável para inventarmos outro modelo de desenvolvimento”, afirmou François Hollande.

O projeto em preparação pelos líderes políticos de Alemanha e França passa por todos os países qfetos à ONU contribuírem para o objetivo de serem reduzidas a nível global as emissões de gases com efeito de estufa para que o aquecimento global seja reduzido para menos de dois graus centigrados. Merkel e Hollande estão determinados em conseguir em Paris “um acordo da ONU sobre o clima que seja ambicioso, global e vinculativo.”

Retrouvez ma tribune conjointe avec CFigueres</a> dans <a href="https://twitter.com/LesEchos">LesEchos d'aujourd'hui #COP21pic.twitter.com/Yu1sgw0xdx

— Laurent Fabius (@LaurentFabius) 19 maio 2015

Ao mesmo tempo que decorriam intitulados Diálogos de Petersburgo, o encontro anual promovido por Merkel desde 2010, nos quais também participou o ministro dos Negócios Estrangeiros gaulês Laurent Fabius, um grupo de ativistas ambientais com fatos de super-heróis concentraram-se nas Portas de Brandenburgo, na capital alemã. Os ativistas exigem uma Europa 100 por cento verde já em 2020.


Em Paris, entretanto, vai decorrer entre quarta e quinta-feira uma cimeira empresarial para debater e adotar medidas estratégicas para reduzir o impacto do homem sobre o meio ambiente. O primeiro dia será dedicado a uma sociedade com baixo teror de carbono impacto. O segundo, a discutir as formas de implementar as propostas da véspera.