Última hora

Rajoy assume derrota mas não a responsabilidade

Rajoy assume derrota mas não a responsabilidade
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O primeiro ministro espanhol Mariano Rajoy admitiu a derrota nas eleições regionais mas não assumiu responsabilidade.

Enxotou a culpa para a crise, a austeridade, e os casos de corrupção que abalaram Espanha há pouco tempo.

Rajoy reafirma que o país está no caminho correto da recuperação, apesar do elevado desemprego que chega aos 24 por cento e atinge, essencialmente, os mais jovens.

“Isto aconteceu sempre na história. Sempre que existe uma crise económica e social como a que vivemos, os governos sofrem. Isso, sem dúvida, influenciou e também os casos de corrupção que foram revelados nos últimos tempos, mas que são de há muito tempo atrás”, afirmou

Em novembro há legislativas. Rajoy atribuiu a criação de emprego e a recuperação económica como prioridades.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.