Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Albânia: visita histórica do chefe do governo sérvio

Albânia: visita histórica do chefe do governo sérvio
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O chefe do governo sérvio Aleksandar Vucic chegou esta quarta-feira à Albânia. Uma visita histórica, depois de vários anos de relações tensas entre os dois países.

O principal contencioso entre os dois estados tem a ver com a antiga província sérvia do Kosovo, que a maioria de etnia albanesa declarou independente em 2008 e que a Sérvia se recusou a reconhecer.

“Se formos suficientemente inteligentes e responsáveis, para compreender que não são guerras e derrame de sangue que resolvem os nossos problemas, mas o diálogo e relações de honestidade, então posso afirmar que a Sérvia e a Albânia têm pela frente um futuro muito melhor que o passado comum.”, disse Vucic.

Belgrado tem acusado Tirana de desejar a criação de uma Grande Albânia, com base na existência de uma maioria albanesa no Kosovo.

O primeiro-ministro Edi Rama não fugiu à questão:

“Quanto a uma Grande Albânia, eu disse já e volto a afirmar, que a ideia de uma Grande Albânia é de quem não deseja o nosso bem. Estamos apostados na determinação e na coexistência. A Albânia não acalenta projetos de uma Grande Albânia. O nosso único projeto é integrar a União Europeia”, sublinhou.

Em novembro Edi Rama,esteve em Belgrado, a primeira vez em 68 anos que um chefe de governo albanês pisou solo sérvio. Na altura, Vucic reagiu mal às afirmações de Rama, que sugeriu que a Sérvia deveria olhar com realismo a independência do Kosovo.

Ambos os países pediram a adesão à União Europeia. A Albânia é membro da NATO, enquanto a Albânia espera ainda pela sua vez.