Seis membros da FIFA detidos em Zurique por fraude, corrupção e branqueamento de dinheiro

Seis membros da FIFA detidos em Zurique por fraude, corrupção e branqueamento de dinheiro
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Pelo menos seis membros do comité executivo da FIFA foram detidos esta manhã em Zurique, antes do início da reunião anual da Federação Internacional

PUBLICIDADE

Pelo menos seis membros do comité executivo da FIFA foram detidos esta manhã em Zurique, antes do início da reunião anual da Federação Internacional de Futebol.

Segundo as autoridades suíças, os responsáveis são acusados de fraude, extorsão e branqueamento de capitais no quadro de uma investigação por corrupção, liderada pelas autoridades norte-americanas.

Segundo a justiça suíça, os seis indivíduos, responsáveis pela gestão de contratos de difusão de jogos de futebol, são acusados de terem recebido mais de 100 milhões de dólares em “luvas” e poderão ser imediatamente extraditados para os EUA.

#FIFA arrests: Six Soccer officials detained pending extradition - Swiss Office of Justice: https://t.co/2nQkA8R9Yxpic.twitter.com/4bWi3gZ0wZ

— José Miguel Sardo (@jmsardo) May 27, 2015

No total cerca de dez membros da organização serão visados pelo inquérito, entre os quais os representantes da Costa Rica, Trinidad e Tobago e Ilhas Caimão.

Os jornalistas do New York Times na cidade suíça, difundiam estas imagens das detenções num hotel de cinco estrelas da cidade.

Hotel staff trying to use sheets to hide officials as they exit. pic.twitter.com/o0VFKuFnQi

— Sam Borden (@SamBorden) May 27, 2015

Swiss law enforcement getting room numbers for FIFA execs they are heading upstairs to arrest pic.twitter.com/F69djqpcu5

— Michael S. Schmidt (@MichaelSSchmidt) May 27, 2015

O atual presidente da organização Sepp Blatter não está na lista de pessoas que deverão ser extraditadas para os EUA, quando a FIFA deverá eleger um novo presidente na sexta-feira.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

FIFA: O futebol foi "sequestrado"

FIFA: Os suspeitos

FIFA defende Blatter e afirma que inquéritos por corrupção não vão afetar competições na Rússia e Qatar