EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Ucrânia: Conflito sem fim à vista

Ucrânia: Conflito sem fim à vista
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

A esperança de que o conflito na Ucrânia estaria à beira de resolução, conseguida com a assinatura dos acordos de Minsk, em fevereiro, parece estar a

PUBLICIDADE

A esperança de que o conflito na Ucrânia estaria à beira de resolução, conseguida com a assinatura dos acordos de Minsk, em fevereiro, parece estar a desvanecer.

Um cessar-fogo em vigor no leste do país é regularmente violado pelas duas fações: separatistas pró-russos e forças governamentais.

O representante da República Popular de Donetsk, em Minsk, Denis Pushilin, afirma que pretendem respeitar a linha de delimitação acordada.

“Neste momento, estamos a trabalhar, apenas, segundo o acordo de Minsk. Esse acordo, de 19 de setembro, fala sobre a linha de demarcação e essa linha não inclui as cidades de Mariupol e Severodonetsk.

Agora vamos trabalhar de modo a cumprirmos este documento, que é um conjunto de medidas, acordado a 12 de fevereiro… Se for cumprido por Kiev e não apenas por nós, de maneira unilateral, então teremos um tipo de relacionamento… Em outras palavras, uma autonomia com alguns acordos com Kiev “, assegura.

Parte do leste da Ucrânia é controlada pelos separatistas pró-russos. Os rebeldes parecem ter desistido de conquistar a importante cidade portuária de Mariupol.

A aplicação dos acordos de paz estagnou no plano político. Em Donetsk, a população desespera e tenta sobreviver, enquanto os ataques persistem, como confirma um habitante da cidade: “é este o chamado cessar-fogo. Há três dias que, às 18 horas, começam a disparar. Ontem, às 23 horas, ficámos sem eletricidade por causa dos bombardeamentos. Eles disparam daqui e os ucranianos retribuem. Estamos, aqui, reféns desta situação.”

O conflito entre separatistas pró-russos e as forças governamentais, já fez mais de 6.200 mortos, desde abril de 2014.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Maior hospital pediátrico de Kiev alvo de ataque russo

Ucrânia atinge com drones depósito de munições no interior da Rússia

Pelo menos cinco mortos em ataque russo com mísseis a Dnipro